Deputado Arthur Maia acompanha cerimônia de canonização de Santa Dulce dos Pobres

O deputado Arthur participou, na manhã deste domingo (13), da canonização da primeira santa brasileira, Irmã Dulce, na Praça São Pedro, no Vaticano. Santa Dulce dos Pobres, conhecida como Anjo Bom da Bahia, nasceu em Salvador em 1914 e realizou um trabalho social fundamental aos mais necessitados.

Durante a missão oficial, o parlamentar baiano falou da emoção de representar a Bahia e o Brasil. “Quanta emoção ao ver o Seu rostinho santo representando a santidade e a fé dos brasileiros na sacada do Vaticano. Temos uma santa no Brasil e para nosso orgulho é baiana”, declarou.

Na noite de sábado (12), Maia assistiu à apresentação do concerto Ave Dulce, do maestro e compositor baiano Roberto Laborda em homenagem à Irmã Dulce, na Embaixada Brasileira em Roma. A ópera abordava a luta do Anjo Bom da Bahia para fundar suas obras sociais e teve participação de mais de 25 músicos europeus, alguns da Orquestra Metropolitana de Barcelona. Também esteve presente o vice-presidente da República, General Hamilton Mourão, o ex-presidente José Sarney, a sobrinha e superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), Maria Rita, a esposa do parlamentar, Andrea Maron Maia, além de outras autoridades.

Fundada em 1959, pela então freira baiana Irmã Dulce, as Obras Sociais Irmã Dulce (OSID) realizam cerca de 2,2 milhões de procedimentos ambulatoriais, 12 mil cirurgias, além de 18 mil internações todo ano, no complexo hospitalar e educacional, com atendimento gratuito e humanizado aos pacientes. Atualmente, mais de 4,3 mil profissionais trabalham na organização, sendo 2,8 mil funcionários somente no complexo da capital baiana, local onde atuam ainda 300 médicos e 300 voluntários.