Comissão de Minas e Energia aprova requerimento do deputado Arthur Maia que propõe convidar representante do “Movimento Vida Sim! Barragem Não!” para audiência pública sobre a barragem de rejeitos da Bamim

Comissão de Minas e Energia aprova requerimento do deputado Arthur Maia que propõe convidar representante do “Movimento Vida Sim! Barragem Não!” para audiência pública sobre a barragem de rejeitos da Bamim

A Comissão de Minas e Energia aprovou, na manhã desta quarta-feira (16), o requerimento do deputado Arthur Oliveira Maia (DEM/BA) para incluir representante do “Movimento Vida Sim! Barragem Não!” no rol dos debatedores convidados a participar da Audiência Pública a fim de obter informações sobre a construção da barragem de rejeitos da Bamim nos municípios de Caetité e Pindaí. O convidado será o Sr. Evilásio Pereira Bomfim e o evento ainda não tem data para ocorrer.

“Este assunto tem preocupado a população local e por isso considero importante ouvir um representante do Movimento composto por integrantes da sociedade civil organizada. Em caso de rompimento, milhares de pessoas seriam afetadas, inclusive de Guanambi. O fato também poderia causar sérios problemas ambientais, chegando a afetar até o Rio São Francisco”, disse Maia.

A barragem de rejeitos que a Bamin pretende construir no leito do riacho Pedra de Ferro terá 180 milhões de metros cúbicos. A título de comparação, a barragem de Ceraíma, usada para armazenamento de água para irrigação e abastecimento, tem capacidade para 58 milhões de metros cúbicos. A barragem da Samarco que se rompeu em Marina em 2015 tinha capacidade para 51 milhões de metros cúbicos e a barragem da Vale no Córrego do Feijão em Brumadinho tinha capacidade para 12 milhões de metros. A barragem da Bamin irá cobrir uma área de cerca de 430 hectares de terra quando estiver em sua capacidade máxima.

Acesse aqui o requerimento.