Em Brasília, deputado Arthur Maia atua para impedir fechamento de agências do Banco do Brasil na Bahia

Em Brasília, deputado Arthur Maia atua para impedir fechamento de agências do Banco do Brasil na Bahia

Acompanhado dos prefeitos de Itagi, Dr. Olival Andrade, e de Ibirapitanga, Junilson de Boró,  o deputado federal Arthur Maia esteve em uma reunião com dirigentes do Banco do Brasil, na manhã desta terça-feira (23), e criticou a proposta de reestruturação feita pelo banco que prevê o fechamento de agências na Bahia. O parlamentar lembrou que o Banco do Brasil registrou lucro líquido de R$ 13,9 bilhões em 2020 e disse que a redução de serviços bancários nas pequenas e médias cidades, como é o caso dos cerca de 30 municípios baianos que serão prejudicados com a decisão, é “inaceitável”. “Cresci no interior e sei que o Banco do Brasil cumpre uma função social importante nos municípios, além de contribuir para o desenvolvimento da economia local”, disse.

Segundo o prefeito Junilson, o Banco do Brasil é a única agência bancária de Ibirapitanga e seu fechamento “acarretará um prejuízo incalculável para o município”. “Estamos preocupados e viemos aqui para pedir o apoio do deputado Arthur Maia. O fechamento do BB, que tem um papel muito importante na economia local, poderia causar sérios prejuízos ao nosso município. Vamos unir esforços para evitar que isso ocorra”, destacou.

Já o prefeito de Itagi, acrescentou que a agência local sempre prestou um serviço a contento e manteve uma boa parceria com a Prefeitura, mas, caso concretize o fechamento, ele será obrigado a buscar o apoio de outras instituições financeiras que possam se instalar na cidade para suprir a demanda da população de forma presencial. “Mediante o anúncio do fechamento de algumas unidades, nos antecipamos e solicitamos essa reunião a fim de sensibilizar a instituição sobre a importância da permanência dela em nossa cidade. A presença do Banco do Brasil em Itagi é muito importante para a economia local, para os projetos de investimento que são implantados, para a demanda dos comerciantes e a da população de forma presencial. O encontro foi bem produtivo e estou otimista que seremos atendidos”, disse Dr. Olival.

A gerente de Relações Institucionais do Banco do Brasil, Stela Parola, explicou que a medida faz parte de um plano de reorganização administrativa da instituição, que prevê a desativação de 361 unidades do BB ainda no primeiro semestre deste ano – sendo 112 agências, sete escritórios e 242 postos de atendimento. Ela alegou que o modelo atual estava inviável devido à dificuldade de levar funcionários concursados para as agências de muitos municípios. “O plano de reorganização prevê ganhos de eficiência e otimização No lugar das agências, serão abertas lojas Mais BB.”, disse.

Nas próximas semanas, o deputado Arthur Maia pretende ir até o presidente da Instituição para mostrar os eventuais prejuízos que essa decisão pode trazer, caso se concretize. “Juntamente com os prefeitos Dr. Olival e Junilson, participaremos de outras conversas aqui em Brasília a fim de garantir a manutenção das agências de Itagi e Ibirapitanga” garantiu Arthur.