Igaporã: deputado Arthur Maia e prefeito Suly Fagundes entregam colégio com 12 salas de aulas

Igaporã: deputado Arthur Maia e prefeito Suly Fagundes entregam colégio com 12 salas de aulas

O prefeito de Igaporã, Suly Fagundes, entregou, no último sábado (1º) o Colégio Municipal Professora Loide Lédo Pondé Fagundes. A  obra foi realizada com recursos na ordem de R$ 4 milhões, viabilizados pelo deputado federal Arthur Maia. O novo centro de educação conta com uma estrutura altamente moderna, com doze salas de aula, laboratório de informática, quadra poliesportiva coberta, refeitório, biblioteca, auditório e e instalações administrativas.

Presente no evento, o deputado federal Arthur Maia parabenizou o prefeito Suly Fagundes pela grande realização e reiterou o seu compromisso em continuar trabalhando pelo município, destacando a luta para a construção da Adutora do São Francisco para garantir abastecimento de qualidade. “A educação tem papel fundamental no desenvolvimento de uma cidade e certamente essa obra representará um grande avanço para Igaporã. É imensa a minha satisfação de poder levar essa importante ação que vai beneficiar centenas de jovens desse querido município”, comemorou.

Para o prefeito, esta é a maior obra na educação de Igaporã em todos os tempos: “Sinto muito orgulho deste momento. Estou quebrando uma tradição de gestores que começavam uma obra e não terminavam. Este colégio, mesmo enfrentando todas as adversidades, foi concluído em vinte meses”, destacou.

No ato inaugural, a secretária Municipal de Educação, Edneia Azevedo Brito, destacou a importância da grandiosa obra. Segundo ela, valeram todos os esforços para a construção daquela instituição de ensino, pois “nenhum desenvolvimento é possível sem investimento na educação”. “Suly coloca Igaporã dez anos à frente na educação”, disse.

O Colégio Municipal Loide Lédo Pondé Fagundes tem capacidade para mais de 800 alunos do 6.º ao 9.º ano. Além de outros aparelhos de integração entre educação, cultura e esporte, destaca-se a piscina semi-olímpica que estava sem uso e agora passa a ser utilizada.