“Linha de crédito para micro e pequenas empresas pode ajudar a preservar empregos”, acredita Arthur Maia

“Linha de crédito para micro e pequenas empresas pode ajudar a preservar empregos”, acredita Arthur Maia

Com voto favorável do deputado federal Arthur Maia, Câmara dos Deputados aprova linha de crédito para micro e pequenas empresas durante pandemia do novo coronavírus. Para o parlamentar, essa ajuda vai preservar empregos e dar mais condições aos empresários para superarem este momento de crise.

“Sabemos que o micro e o pequeno empreendedor formam os grandes geradores de empregos deste País. Com essa medida, vamos fortalecer os pequenos negócios e mitigar os efeitos da crise gerada pela queda no faturamento em razão das restrições impostas ao funcionamento de empresas nesse período, ao garantir recursos para salários e capital de giro”, afirmou.

O Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) vai oferecer crédito com condições especiais e garantia do governo para as micro e pequenas empresas brasileiras que estavam em dia com a Receita Federal antes da crise da covid-19, mas perderam capacidade de pagamento em decorrência da desaceleração econômica causada pelo coronavírus.

Atualização em 19 de maio: Segundo a Lei nº 13.999, já sancionada, todos os contratos devem oferecer prazo de até 36 meses para o pagamento e uma taxa de juros máximos equivalente à taxa básica de juros (Selic) acrescida de 1,25%. Como a Selic hoje está em 3% ao ano, os juros do Pronampe devem ser de no máximo 4,25% ao ano.